PROTETORES DOS ANIMAIS DO RIO DE JANEIRO
Segunda,
21 de Abr
 
SITE ATUALIZADO EM SETEMBRO DE 2009
   
DICAS PARA QUEM AMA ANIMAIS

VAMOS ALIMENTAR OS ANIMAIS ABANDONADOS PELAS RUAS?

Ponha no bagageiro do seu carro um saco com ração e algumas garrafas pets cortadas ao meio (tipo copão) para água que vc consegue nas casas próximas ao local. Isso vai ajudar a matar a fome e a sede dos nossos amigos.

Pode não parecer muito, mas é uma boa maneira de ajudar e não ficar só no blábláblá.

CUIDADOS PARA EVITAR VIROSES NOS ANIMAIS

Existem vários vírus que acometem os cães e gatos, e são eles os responsáveis por quase 80% das mortes em filhotes. Não apenas os filhotes, mas os adultos, embora mais resistentes, também podem adoecer. Alguns proprietários por falta de informação ou por esquecerem alguns detalhes que parecem de pouca importância, sem querer, submetem seus animais a situações de risco. Veja abaixo dicas importantes para assegurar a saúde do seu amigo.

. Nenhum filhote deve sair à rua ou ter contato com outros animais antes de completar a vacinação.

. Apenas uma ou duas doses de vacina não são suficientes para imunizar o animal. Ele só estará protegido após tomar todas as doses necessárias.

. Após ter tomado a última dose de vacina, o animal deverá aguardar um período de 15 dias antes de sair à rua ou ir para um hotelzinho. Esse período é necessário para que o cão ou gato produza defesas (anti-corpos) suficientes para sua proteção.

. Quando for vacinar seu filhote em uma clínica veterinária, não coloque-o no chão ou deixe que ele cheire outros animais da mesma espécie.

. Nunca atrase a vacinação anual do seu animal. Se não puder vaciná-lo na data, prefira vaciná-lo antes do vencimento.

. Desconsidere atestados de vacina emitidos por canis/gatis quando não constarem a assinatura e o carimbo do médico veterinário ao lado do selo da vacina. No caso de filhotes, recomece a vacinação desde a primeira dose.

. Alguns criadores, por excesso de zelo ou desconhecimento, aplicam a primeira dose da vacina em animais muito jovens. Dependendo da vacina, ela não trará benefício algum, nem irá conferir proteção. O ideal é iniciar a vacinação a partir de 60 dias de idade.

. Funcionários de pet shops não estão autorizados a aplicar vacinas em animais. Além de você não saber a procedência da vacina e como ela foi conservada, só o médico veterinário poderá analisar se o seu animal está em condições ideais para ser vacinado. A vacina comprada em lojas pode ser mais barata, mas as conseqüências da má aplicação ou falha vacinal irá custar muito caro para o dono do animal com tratamentos e internações.

. Cães e gatos não podem ser vacinados se estiverem com febre, debilitados, com diarréia ou com vermes. Animais que receberem a vacina nessas condições podem não produzir defesas suficientes para sua total proteção.

. Nunca coloque um animal, principalmente um filhote, num ambiente que foi freqüentado por outro que adoeceu e/ou morreu com alguma virose. Os vírus resistem por mais de 1 ano no ambiente. A desinfecção não garante total eliminação do vírus. Se você teve um cão que morreu de parvovirose ou cinomose, além de desinfetar o ambiente com cloro, deve aguardar no mínimo 1 ano para colocar outro cão na mesma residência.

. Sempre que adotar um animal de um abrigo ou recolhê-lo das ruas, procure aguardar 15 dias antes de colocá-lo junto com o outro animal da casa. Após esse período, se o novo cão ou gato não apresentar vômitos, diarréia ou apatia, você terá certeza que ele não estava incubando uma virose.

. Filhotinhos adquiridos de canis/gatis devem ter uma "garantia", em contrato, de 10 a 15 dias contra viroses. Isso significa que, se for constatada uma virose no cão ou gato dentro período, o estabelecimento deverá se responsabilizar pelo animal. Claro que o proprietário do filhote deve assegurar que ele não saia à rua ou tenha contato com outros animais. Veja: modelo de contrato . Não hospede seu animal em hotéis que não exigem a carteira de vacinação comprovando que o cão ou gato está com a imunização em dia.

. Mesmo com todas as vacinas em dia, não deixe seu cão/gato ter contato com animais sabidamente doentes por viroses. Nenhum laboratório garante 100% de eficácia da vacinação, pois a resposta de cada organismo é diferente. Vacinado, ele está garantido, porém, uma porcentagem muito pequena dos animais pode não produzir defesas suficientes contra os vírus.

. Nos dias posteriores à vacinação você pode banhar seu animal, exceto se estiver muito frio. Não deixe que ele tome chuva e fique molhado, principalmente no inverno. Qualquer queda de resistência do organismo pode interferir no efeito da vacina.

. Jamais deixe de vacinar seu cão/gato porque ele nunca sai de casa ou vive em apartamento. Não é impossível você levar os vírus para dentro de sua casa através dos sapatos. Se a carga for grande o suficiente ou seu cão estiver debilitado, ele pode adoecer...

Porque castrar seu animal?

Ao contrário do que muitos pensam, o ato de esterilizar um animal é um gesto de amor e responsabilidade.

Quando nasce uma ninhada e os filhotes não são desejados pelo dono, podem acabar nas ruas passando frio e fome, ou na mão de algum dono que não irá tratá-los adequadamente.

Segundo a Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA), uma única cadela, com uma vida reprodutiva de 6 anos, pode gerar 100 descendentes, enquanto uma gata em apenas 2 anos pode deixar 200.

São números realmente assustadores e desconhecidos da maioria das pessoas. Os animais de raça também devem ser castrados, evitando-se assim o risco da cadela ou gata cruzar acidentalmente, gerando uma ninhada de mesticinhos (geralmente indesejados).

A recomendação é de se castrar o animal antes da puberdade. Isso reduz em cerca de 90% as chances do animal desenvolver o câncer de mama e, além disso, garante uma maior facilidade de recuperação pós-cirúrgica.

A fêmea castrada também se vê livre da piometra, infecção do útero que atinge cerca de 60% das cadelas não castradas.

A cirurgia é feita com o animal anestesiado, é simples e dura em média uma hora. O animal não precisa ficar internado e leva em torno de uma semana para se recuperar totalmente.

Em fêmeas, retira-se útero, trompas e ovários. Nos machos retiram-se os testículos. Os animais a serem castrados deverão estar em boas condições de saúde e ficar em jejum (água e comida) por cerca de 12 horas antes da cirurgia.

A castração é um ato de amor à vida! Converse com seu veterinário e ele poderá lhe aconselhar a melhor forma, a melhor época para a castração de bichinho der estimação!

 

 









   
Fotos
CÃES PARA ADOÇÃO [9 imagens]  
Animais adotados-entre e leia [0 imagens]  
NOSSOS ANIMAIS [3 imagens]  
CANTINHO DA SAUDADE [24 imagens]  
SÃO FRANCISCO DE ASSIS -HOMENAGEM [1 imagens]  
GATOS PARA ADOÇÃO [10 imagens]  
DOWNLOAD DE CARTAZES PARA DIVULGAÇÃO

 
[ Home ]  |  [ DICAS PARA QUEM AMA ANIMAIS ]  |  [ QUER AJUDAR A PROTANRJ? SAIBA COMO ]  |  [ PORQUE ADOTAR UM ANIMAL ADULTO? ]  |  [ OS ANIMAIS DA PROTANRJ ]  |  [ RIFA DA PROTANRJ ]  |  [ QUER SER UM VOLUNTÁRIO DA PROTANRJ? ]
 
Powered by Connection Network System ©
IP Geolocation